domingo, agosto 31, 2014

Let The Truce Be Known...

...but no truce in sight...


quarta-feira, agosto 27, 2014

Only sleep is eternal...

GotG


Muito fixe, bem feito e tal, blá blá, yadda yadda yadda. Tb ninguém vai ler isto, e eu tb não tenho pachorra para escrever! Gostei do filme.

sábado, agosto 23, 2014

sexta-feira, agosto 22, 2014

Yup


You seldom do Charlie...you seldom do.

quinta-feira, agosto 21, 2014

Sound City

 

Goste-se ou não se goste dos músicos participantes neste documentário e disco, é extraordinariamente importante esquecer eventuais ódios de estimação, náuseas ou preconceitos, e VER este documentário. Pelo menos, importante para quem gosta de Música, isso mesmo, com "M" maiúsculo. Já tinha "ouvido falar" deste documentário realizado por Dave Grohl, sobre um estúdio americano icónico dos anos 79, 80 e 90, e sobre a mesa de gravação do mesmo etc e tal. Sim senhor, já é sabido que o Grohl é um "nerd" musical e que se entrega às suas paixões com afinco e coração. Mas, sinceramente, devo confessar que não foi coisa que me tenha apelado muito. Aprecio o entusiasmo do Grohl e dos seus Foo Fighters de facto, mas pareceu-me que se tratava de uma coisa por demais "técnica" para um leigo como eu.
Pois, "proven wrong", após devido e imprevisto visionamento. Tal ocorreu por acaso em casa dum amigo, durante estas férias de Verão. "Ah, comprei este DVD, já que não encontrei o CD, vamos ver?" Pois que acedi, apesar das altas horas da noite e a sentir-me deveras cansado e ensonado, e assustei-me com a duração do filme.
Pois, acabei por ser absorvido pela história do famoso estúdio e pela descrição das qualidades da não menos famosa mesa de gravação que acabou no Studio 606 de Grohl. Vários músicos que naquele gravaram são chamados a prestar depoimento num excelente documento do que era o cenário musical de então, pré era digital e computorizada. Não só falaram como acederam a gravar músicas originais e a editá-las. "Real to Reel" é um fantástico documento musical que acompanha o documentário.

quarta-feira, agosto 20, 2014

Questão

Muito se tem escrito sobre a ascensão ao poder na Alemanha do Tio Adolfo, AKA "o gajo do bigodinho". Especialmente sobre o fenómeno de adesão em massa duma sociedade e cultura supostamente evoluída e moderna a um programa geopolítico bastante psicopata. Veja-se, a título de exemplo a excelente obra de Daniel Goldhagen "Os Carrascos Voluntários de Hitler". Porém, em sítio algum vi abordado uma vertente que urge esclarecer: porque diabos os alemães entenderam seguir cegamente o raio dum escuteiro!!!??? Aqueles calções de cós elevado, as meias "repuxadas" até ao infinito, enfim, todo este ensemble tresanda a sinistro.



terça-feira, agosto 19, 2014

Small Electric Space

This is [my] small electric space
A place for joy a place for [my] soul
If ever time means much to you
Find this place
Tears of gold tumbling down
Feelings that're cold take you far
Forever keeping life so true
Now you're damned

segunda-feira, agosto 18, 2014

O

Don't innovate, obnubilate! 
Don't hesitate, obliterate! 
When stuck between a rock and a hard place, obnubilate, before obliteration into oblivion.
Sometimes out of place, out of time, History keeps resetting itself. A cruel process of astigmatismatic life in which you cannot possibly win or correct. Bare with it.

Gunther Dünn

sexta-feira, agosto 15, 2014

quinta-feira, agosto 14, 2014

Velha carcaça!


Pela primeira vez não tirei fotografias dos concertos, nem sequer fiz vídeos. No local e momento surpreendeu-me tal decisão. Tendo em conta que sempre fiz questão de disparar alarvemente o "gatilho" nestas ocasiões, foi uma opção assaz inovadora. Ainda "arrastei" a câmara nalguns momentos, mas uma breve sondagem interna a cada momento transmitiu-me a decisão tomada pelos meus velhos ossos: "Deixa lá isso, dá-nos descanso, que bem precisamos...". Assim fiz, aproveitei o momento, e tirei fotografias com a memória, plataforma decerto efémera, mas que serve bem. Seja como for, para quê ter dezenas de fotografias de concertos se, depois, raramente se olha para elas. Mais vale ver, ouvir e estar. Não que isto signifique que duma próxima vez a coisa não será diferente, mas desta foi assim. Foi assim que me pareceu bem, coisa que, aliás, surgiu naturalmente no seguimento do conceito de Metal Spa que atravessou todo o fim de semana. Já não caminho para novo de facto! Adapt or die! Seja como for, tal como o Petrozza, ainda há energia suficiente para "hastear o mastro do heavy metal!" lol



Fonte: www.festivalphoto.net

sexta-feira, agosto 08, 2014

Vagos

 

Apesar de tudo, vamos a isso que, como já é sabido, não caminho para novo.

terça-feira, agosto 05, 2014

Tired


Privação de sono é a condição onde não se dorme o suficiente para o organismo se recuperar, o que pode ser crónica ou aguda. Um estado de sono restrito crónico pode causar fadiga, diminuição dos reflexos, sonolência, envelhecimento precoce, queda da imunidade, dificuldade de concentração, problemas de memória e ganho de peso. A longo prazo a privação de sono total pode ser letal, mas é rara em humanos.

Isso é o que vamos ver!!!

segunda-feira, agosto 04, 2014

sábado, agosto 02, 2014

sexta-feira, agosto 01, 2014