sábado, março 31, 2012

sexta-feira, março 30, 2012

Man on a Ledge


Filme muito agradável e digno de ser 'visionamentalizado'! Excelente thriller que desenrola a história com todos os vagares e inteligência de forma muito eficaz. O argumento é clássico: homem acusado falsamente de um crime faz o possível e o imposível para limpar o nome, e já agora, trazer os verdadeiros culpados à luz do dia. Sam Worthington sai-se muito bem enquanto maestro do que se vai desenrolar nas horas que se seguem à sua subida para o parapeito.
Um filme despretensioso e que nos mantém interessados desde o início até ao fim, sim, já se sabe que o herói se vai safar, mas a piada destes filmes nem é tanto o destino final, mas a viagem até lá. Safa-se, claro, mas como? E a parte da viagem está muito bem imaginada e capaz de nos surpreender algumas vezes. Not bad!

quinta-feira, março 29, 2012

quarta-feira, março 28, 2012

segunda-feira, março 26, 2012

quinta-feira, março 15, 2012

terça-feira, março 13, 2012

segunda-feira, março 12, 2012

Cowboys & Aliens


Surpreendentemente bom este filme que tinha tudo, mas tudo, para ser uma salganhada de todo o tamanho, a começar pelo título! Título esse que, a bem da verdade, não engana ninguém. É, aliás, raro ver um título de filme que seja tão simples e directo: "neste filme vão ver cowboys e extraterrestres, pelo que vamos chamar-lhe "cowboys e extraterrestres". Mais raro ainda foi a providencial resistência à tentação de fazerem a tradução literal (aqui tão possível). Ainda assim fica e soa melhor no original.
O argumento, por incrível que pareça, está realmente bem escrito e sustenta-se a ele próprio. Prende desde os minutos iniciais com a dose certa de mistério e suspense que acaba por nos puxar e entreter de forma bastante satisfatória.
O Craig continua com a expressão gélida que o caracteriza, mas safa-se muito bem, de chapéu na cabeça e coldre à cintura. Bastante inteligente da parte dele o procurar não ficar agora "colado" à personagem do 007. Melhor ainda o Harrison Ford que, por muito que goste dos filmes em que ele participa, não é, convenhamos, um actor que me entusiasme muito. Excepções feitas, claro está, ao Indiana Jones e ao Han Solo. Aqui, num papel que lhe é menos comum acaba por ficar muito bem. Engraçado filme híbrido que se vê com muita satisfação. E viva a Troika!

quarta-feira, março 07, 2012